Alecrim (Rosmarinus officinalis L.): Propriedades Antimicrobiana e Química do Óleo Essencial

0

Revisão de A.Porte e R.L.de O Godoy

 

As atividades antimicrobiana e fisiológica do óleo essencial de alecrim são atribuídas ao efeito conjunto de diversas substâncias, sendo os compostos hidroxilados, carbonilados e os epóxidos apontados como os principais responsáveis.

Quanto à composição química do óleo essencial de alecrim existe acordo sobre os monoterpenos serem majoritários. Entretanto, mesmo que se considere os óleos provenientes dos países essencialmente produtores como padrões internacionais ainda há discrepância entre as principais substâncias (ora são hidrocarbonetos, como pinenos, mirceno, canfeno e ora são oxigenadas, como cânfora, 1,8-cineol e borneol).

O óleo essencial rico em determinados compostos será adequado para certo propósito. Por exemplo, o óleo rico em cânfora pode constituir bom agente antimicrobiano em alimentos, mas outro óleo rico em 1,8-cineol pode ser preferido para uso terapêutico. Por isso, determinar a composição química do óleo essencial é importante para aproveitar suas potencialidades e valorizá-lo comercialmente.

Apesar de cultivado em quase todo o território brasileiro e importado para o consumo interno, poucos estudos têm sido realizados sobre esta importante planta condimentar em nível nacional.

 

Veja texto completo em na  Biblioteca Digital de Periódicos da UFPR

Deixe uma resposta