Aromaterapia – O poder de cura dos Eucaliptos.

1

Texto Vera Guedes

O nome Eucalipto vem do grego significando  eu + καλύπτω = “verdadeira cobertura”
eucalipto1

A árvore de Eucalipto pode crescer até 70 metros de altura; seu tronco é macio, verde ou azulado  e descasca muito facilmente, suas  folhas são  opostas, lancea  das e duras assim como couro, que  contém numerosas glândulas de óleo essencial; suas flores se formam em forma de botão, bem  cobertas por uma camada de pele protetora, que são literalmente expulsas, quando é chegada a  hora do desabrochar de suas lindas flores brancas.

 

 

 

eucalipto2
Os Eucaliptus  pertencem  a família botânica  das Mirtáceas, do gênero Myrtus Tonnef, do  latimmyrtus

;  grego  myrtos  – que significa perfume – devido ao forte  aroma exalado pelas flores.

 

O  naturalista Frances De Labillardière, fez valorosas observações  sobre a vida dos nativos (aborígenes)  e seu simples estilo de vida, isto  incluía  o uso do Eucalipto.   Descobriu as propriedades da árvore como combatente da febre, chamando-a assim de “árvore da febre”.
 eucalipto3

As principais espécies fornecedoras de óleo essencial e seus principais elementos químicos são:

Eucaliptus radiata, – Folhas de menta estreita – Óxido 61-77%

Eucaliptus smithii – Gully gum – Óxido 70-80%

Eucaliptus staigeriana – Ação direcionada para o campo emocional – Monoterpenes até 50%, óxido 6%, álcool e éster.

Assim como o Tea tree, o Eucalipto  tem sido usado por milênios pelo povo aborígine, que usa suas folhas como desinfetante, para cobrir ferimentos e feridas, ou seja, para  tratar e curar todo e qualquer tipo de ferimento de pele como: feridas infeccionadas, queimaduras e picadas de insetos, assim como para  tratar das febres, inclusive a malária.

 

Os  óleos  essenciais  de Eucalipto mais utilizados na aromaterapia  têm ressonância com os  sistemas do corpo: cutâneo, respiratório, imunológico, nervoso, urogenital, e musculoesquelético.Tem indicações terapêuticas para tratar: Infecções cutânea; bronquites, pneumonia, gripes, sinusites, laringites, amigdalites,  tosse com catarro e tuberculose;   dor de cabeça por congestão mental; cistite, cândida albicans, leucorreia,  gonorreia e  herpes vaginal, artrites e infecções cutânea; artrites e reumatismos e dores musculares por estresse.Muito usado para  combater o desenvolvimento da febre da malaria. Excelente para tratar doenças viróticas especialmente do sistema respiratório.

 

Vírus” vem da palavra latina – veneno: são as menores criaturas entre todos os seres vivos,    suficientemente potentes para matar uma pessoa. eucalipto5Penetram no sistema de defesa do corpo,    escorregando através do filtro das células de defesa.

Uma vez no interior do sistema, infiltrados nas células do hospedeiro, são capazes de se auto-  reproduzir, por tomarem conta da célula na qual se alojaram – duplicam a área no interior do  núcleo e  substituem a originalidade das células por suas próprias marcas, tomando assim conta do corpo.  Este  é o ponto onde a estrutura física mais produz anticorpos, com a missão de destruir o vírus.

 

É um óleo muito utilizado em ambientes onde há pessoas doentes, por ajudar a manter o espaço físico protegido e arejado contra os germes; tem grande poder desinfetante, principalmente em períodos de doenças contagiosas, para prevenir que a contaminação se espalhe .De acordo com Jean Valnet, uma solução de 2% de óleo de Eucalipto usado em spray no ambiente mata 70% da bactéria que se propaga no ar – Staphylococcus.

eucalipto6

Cirurgiões que praticam a medicina tradicional do Ocidente descobriram, neste óleo, um excelente produto de ação anti-séptica, para ser usado em processo cirúrgico  das cavidades, na prevenção de infecção e contaminação hospitalar por bactérias.

Cirurgiões dentistas também fazem uso das propriedades do Eucalipto, quando estão a tratar de cáries nos dentes, para ajudar a eliminar as bactérias e fortalecer a saúde bucal.

eucalipto7

 Óxido 1,8 cineole, principal composição  química do óleo essencial de Eucalipto é  também conhecido como Eucaliptol.

óxido  1.8 cineole  quer dizer –  Energia do Vento
cin =        energy   –     energia
eole =       wind     –     vento

 

Na mitologia grega Éolo era o deus dos ventos, sendo o senhor dos outros deuses do vento (Bóreas, Nótus, Eurus e Zéfiro).
Óxido 1.8 cineole é o único óxido originado naturalmente ,  não se trata de outro componente químico, que sofreu oxidação. Este componente químico tem propriedades extremamente expectorantes, bronco-dilatadores e descongestionantes; fortemente anti-infeccioso,  bactericida, vermicida e refrescante. Exerce função de fundamental importância na efetividade terapêutica dos óleos que contém grande porcentagem deste componente químico.

Eucaliptol é um ingrediente de muitas marcas de bochechos e supressor da tosse. Ele controla a hipersecreção de muco nas vias aéreas, usado com eficácia para no tratamento de rinossinusite não purulenta. Pesquisas mostraram   que os indivíduos tratados apresentaram menos dor de cabeça em flexão cefaleia frontal, sensibilidade dos pontos de pressão do nervo trigêmeo, comprometimento do estado geral, obstrução nasal e secreção. Eucaliptol reduz a inflamação e dor quando aplicados topicamente.

eucalipto8
O óxido 1.8 cineole é um  elemento químico que confere limpeza para a mente sobrecarregada  de  registros existenciais os quais estão entoxicados com emoções  fortes, principalmente  emoções  relacionadas as  perdas afetivas. Limpa a mente e abre espaço para que novos registros possam ser  assimilados e aprendidos. O óxido 1.8 cineole é o elemento químico do aprendizado que a natureza  nos oferece em abundância através dos  óleos essenciais de Eucalipto, Alecrim e Ravensara.

 

Mensagem do Eucalipto – Professor Carlos Aveline 
É possível ser amigo de outros seres, além dos seres  humanos.   Os budistas sabem disso: para eles, o universo é uma comunidade viva,  uma fraternidade  infinita de seres biológicos e não biológicos.
 Os pitagóricos ensinam sobre uma “amizade universal” que nos une às estrelas e astros no céu.  São Francisco de Assis chamava de irmãos o sol, a lua, o vento, a terra, a água e o fogo.
Olavo Bilac defendia a tese de que é possível ouvir as estrelas. E os animais? E as pedras? E os vegetais? Podemos sentir amizade por esta ou aquela árvore.  Motivos não faltam.  Pode ser porque ela nos dá sombra, ou porque comemos seus frutos. Pode ser  porque ela abriga pássaros que cantam,  ou porque que ela embeleza a paisagem.  Mas também é possível ter  uma  amizade direta e consciente com toda uma espécie de árvores.
Os eucaliptos, por exemplo. Eles acompanham muita gente  desde a infância.  O calmo diálogo do vento com suas folhas rodeia e inspira milhares de brasileiros de todas as regiões. Considerados como vilões ecológicos por alguns ― pelo fato de não serem nativos,  e por absorverem muita umidade do solo ― os eucaliptos têm, no entanto, poderes curativos e influências sutis mais importantes do que se pensa.
Cuidados devem ser tomados ao usar o óleo essencial de Eucalipto, pois, em altas doses, alem do normal o óxido 1.8 cineole ou o eucaliptol é perigoso se ingerido, inalado ou em contato com a  pele. 
Em caso de asma, nunca usar quando o a pessoa  estiver em crise, pois o óxido pode causar sensação
de sufocamento pior que já esteja sentindo.

Uso via oral deverá ser feita somente por médicos e ou profissional  da área da saúde  treinado  e qualificado  para efetuar a prescrição.