O que é um hidrolato?

6
hidrolatoHidrolatos são subprodutos da destilação de ervas e flores para a obtenção de óleos essenciais por destilação a vapor, a água utilizada na destilação a vapor capta os elementos terapêuticos e assim esta água apresenta não só o perfume mas as propriedades de um determinado óleo essencial numa proporção de 0,002% – e não se engane com essa quantia irrisória, hidrolatos tem as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais (OEs)  numa proporção muito segura, além de ganhar perfume de rosas, lavanda, gerânio…

Hidrolatos eram mais  usados na perfumaria e na composição de cosméticos naturais e orgânicos – se você ler no rótulo Lavandula officinalis water ou Lavandula officinalis hydrosol – significa que existe hidrolato de lavanda naquele cosmético.

Com a divulgação e expansão da aromaterapia, os hidrolatos entraram no mercado brasileiro – mas afinal pra que eles servem?

Como dito mais acima, cada hidrolato carrega as propriedades do óleo essencial de onde foi extraído, então é só saber qual o uso daquele OE para fins dermatológicos.
Como estudante de aromaterapia, consegui dar vários usos para os hidrolatos:

– Para tornar mais aquosa um creme hidratante:
Faço muito minhas próprias fórmulas usando a base neutra orgânica da Arte dos Aromas e hidrolatos são bons aditivos para este fim, pois usar água ou chá faz com que o produto final esteja mais suscetível a agentes nocivos.

– Para diluir argilas:
Se não quiser usar aquele óleo essencial, por mais que seja uma gota só, os hidrolatos são os melhores substitutos, já que ainda contém princípios terapêuticos em uma proporção pra lá de segura. Para dar um up em peles cansadas e desvitalizadas, os melhores são patchouly, gerânio, rosa

– Como tônico:
Qualquer hidrolato pode ser usado como tônico, só preste atenção naqueles com propriedades adstringentes, como hortelã pimenta, alecrim, podem arder os olhos – mas é só fecha-los que não tem erro.

– Diluir shampoo super espesso:
Os shampoos orgânicos geralmente tem goma xantana como espessante e se você quiser um diluente com propriedades terapêuticas, vá de hidrolato, eu que tenho o couro cabeludo oleoso, gosto de lavanda, alecrim , lemongrass, tea tree.

– Como água termal:
Na verdade eu até gosto mais de hidrolato do que a água termal em si, pois além de ter propriedades anti-oleosidade como os de alecrim ou hortelã pimenta, estou consumindo um produto nacional, além de ter um melhor custo x beneficio

– Como pós depilação:
Os melhores para este fim são os que tem propriedades calmantes, como a lavanda ou anéstésica como manjericão cravo.

– Como pós-sol
Novamente, os melhores são aqueles com efeito calmante como lavanda ou de efeito anestésico como manjericão cravo ou erva-baleeira.

– Para dar uma ‘acordada’ e manter a concentração:
Uma borrifadinha de água já ajuda a acordar e se essa água  tem efeitos estimulantes, como alecrim ou  hortelã pimenta, ajuda ainda mais, pois refresca e é uma delícia em dias quentes.

– Para assepsia:
Teve um arranhado ou um corte? Gosto de borrifar hidrolato de lavanda, manjericão cravo ou tea tree na área afetada, o óleo essencial, especialmente o de tea tree pode arder na pele, já o hidrolato não tem este problema.

Gostou das múltiplas funções dos hidrolatos? De qual você mais gosta?

Texto

by yume

6 Comentários

  1. Oi Cecilia!
    vc sabe se posso usar hidrolatos na saboaria artesanal, como substituto de essências e do próprio óleo essencial?
    Gradecida 🙂

  2. Pingback: Aromaterapia - Hidrolatos - Terapias Alternativas

Deixe uma resposta