Quanto tempo o óleo essencial permanece no seu organismo?

0

Texto do Blog Harmonie Aromaterapia

Os óleos essenciais são lipossolúveis, penetram facilmente na pele e rapidamente chegam na corrente sanguínea.

Óleos essenciais são substâncias naturais muito concentradas – em média 1 gota equivale a 24 xícaras de chá da planta. Possuem uma composição química muito complexa, podendo chegar a ter mais de 200 componentes químicos diferentes em um único óleo essencial.

Formados basicamente por terpenos e derivados terpênicos, os óleos essenciais possuem uma característica que os diferencia de grande parte dos medicamentos e cosméticos. Eles são lipossolúveis, isto significa que penetram facilmente na pele (através dos ductos da glândulas sudoríparas e do folículo piloso) e rapidamente chegam na corrente sanguínea.  E é por isso que atualmente existem muitas pesquisas utilizando os componentes dos óleos essenciais para aumentar ou facilitar a penetração de alguns medicamentos. (Clique aqui para ler o artigo sobre  “Interação medicamentosa”.)

É possível detectar os componentes químicos dos óleos essenciais no sangue, suor ou ar expelido, cerca de 5 minutos após a aplicação feita por massagem ou compressa.
Mas, quanto tempo estes componentes químicos que em apenas 5 minutos estão em minha corrente sanguínea permanecem em meu organismo? Algum palpite?

Pesquisas realizadas na França demonstram que alguns componentes dos óleos essenciais, como os sesquiterpenos, permanecem no organismo até cinco dias, já os monoterpenos permanecem até três dias no corpo.  Isto significa que para obter os benefícios da aromaterapia não é necessário utilizar determinada sinergia/receita 2, 3 ou até 4 vezes ao dia.

Menos é sempre mais na aromaterapia.
Se houver exagero nas dosagens ou utilizar os óleos essenciais muitas vezes ao dia, o que vai acontecer a médio e longo prazo é ter um fígado e/ou rins lesionados de tanto trabalho para metabolizar os excessos.

FONTE: Parte do material didático do curso de Formação em Aromaterapia – Harmonie.

Deixe uma resposta