Cabelos lindos, saudáveis e perfumados

0

Texto de Silvana Novelli -Colunista do itu.com.br

Um estilo de vida agitado, problemas pessoais e no trabalho, uma alimentação inadequada e o estresse resultam, muitas vezes, na falta de atenção às nossas necessidades físicas diárias e na carência de momentos de relaxamento, prazer e alguns mimos no nosso dia a dia. Essas situações geralmente afetam nossa saúde física e bem estar emocional.

O uso dos Óleos Essenciais (O.E) oferece uma maneira natural e maravilhosa para rejuvenescer o corpo e os sentidos, ajudando a preservar ou melhorar a nossa beleza natural. Isso se aplica tanto para homens como para as mulheres.

No aspecto da beleza física, alem da pele, o cabelo é um dos itens que mais nos preocupa.

Como os Óleos Essenciais (O.E) podem ajudar na beleza e saúde dos cabelos?

Os O.E. melhoram a condição do cabelo e do couro cabeludo devido às suas qualidades terapêuticas e a versatilidade de utilização. Podem ser usados no controle da caspa, para fortalecer os fios, combater a coceira e irritação no couro cabeludo e tantas outras indicações.

Alguns óleos atuam diretamente sobre os fios, pois penetram profundamente na haste capilar e folículo auxiliando na sua reestruturação e reparação. Outros melhoram a condição do couro cabeludo estimulando o crescimento de novos fios.

Podemos citar como exemplo: a oleosidade excessiva dos cabelos, normalmente, é causada pelo aumento da atividade das glândulas sebáceas. Alguns óleos ajudam a equilibrar esta condição, desde que usados corretamente e de forma regular.

O couro cabeludo é um órgão vivo e muitas vezes é negligenciado. Para ter cabelos saudáveis é necessário ter um couro cabeludo saudável. Se houver a preocupação de cuidá-lo adequadamente, com certeza, o cabelo terá um aspecto saudável da raiz às pontas.

A idéia é escolher um ou dois óleos para o tipo do cabelo e outros mais para o couro cabeludo. Assim será possível obter um tratamento capilar completo e personalizado.

Os O.E auxiliam no crescimento dos cabelos?

Muitos óleos têm um efeito muito bom no crescimento dos cabelos, estimulando os folículos pilosos a se desenvolverem mais rapidamente.

O que provoca a quebra ou queda dos cabelos?

Podem ser causados por fatos externos como estresse, clima, maus tratos e fatores internos como alterações hormonais, doenças, medicamentos e estresse. O cabelo, muitas vezes é o barômetro da saúde.

Quais são os óleos mais indicados para ajudar no crescimento dos cabelos?

Os mais indicados são:

Alecrim: Revigorante e cicatrizante. Estimula a circulação e previne a calvície prematura.

Cipreste: Estimulante – Uma massagem promove a saúde melhorando a circulação do sangue no couro cabeludo, estimulando assim o crescimento dos fios.

Lavanda: regenerador e cicatrizante

Algumas receitas fáceis, práticas e de excelentes resultados:

Tônico para perda de cabelo

5 gotas de O.E. de alecrim

3 gotas de O. E. de cipreste

5 gotas de O.E. de lavanda

60 mL de óleo vegetal de Jojoba.

Misture bem todos os ingredientes e coloque num frasco escuro (âmbar) Coloque algumas gotas em seus dedos e massageie suavemente em movimentos circulares todo o couro cabeludo. Deixe agir 30 minutos. Lave os cabelos com um Shampoo neutro.

Mistura para crescimento dos cabelos

3 gotas de O. E. de lavanda

3 gotas de O.E. de alecrim

20 mL de óleo vegetal de jojoba

20 mL de óleo vegetal de semente de uva

Utilize como na receita acima.

Cabelo seco e danificado

Ao contrário das plantas, que sofrem pela falta de chuva, a solução para os cabelos secos não é acrescentar água, muito pelo contrario. Na verdade a água, em muitos casos, é a causa do ressecamento. A natação e lavagens excessivas com produtos inadequados causam muitos danos ao cabelo.

Cabelo seco pode também ser um sintoma de algo sério como: desnutrição, hipotireoidismo, anorexia nervosa, mas, na maioria das vezes, é devido a causas simples como excesso de lavagens, secagem com calor excessivo ou mesmo o clima seco. Além disso, muitas vezes, as glândulas sebáceas na raiz do cabelo não produzem óleo natural suficiente.

O cabelo é considerado seco quando a umidade e o teor de oleosidade são insuficientes para manter o brilho natural e uma textura macia. Para um cabelo normal esse teor é de 10%. Se o conteúdo cai abaixo desse nível, ele pode diminuir a capacidade do cabelo de atrair e reter a umidade.

Como tratar cabelos ressecados e quebradiços?

O ideal é ir ao cabeleireiro para cortar, pelo menos, as pontas dos fios. Isso ajudará a remover a parte mais ressecada. Evite lavar os cabelos com muita freqüência e não escove ou penteie os fios molhados, pois, nesta condição, eles se tornam frágeis e suscetíveis a maiores danos. Dê uma trégua aos seus cabelos não utilizando secador durante, pelo menos, uma semana.

Os óleos mais indicados para os cabelos secos são:

Gerânio: regenerativo, cicatrizante, indicado para todos os tipos de pele e cabelo.

Sândalo: adstringente, antisséptico e antiinflamatório.

Lavanda: cicatrizante

Jojoba: O óleode jojoba é muito recomendado para recuperar o brilho do cabelo, pois a estrutura molecular deste óleo é muito semelhante ao do sebo, o hidratante natural do cabelo.

Utilizando um Shampoo neutro

Escolha um Shampoo com pH baixo (ideal para não levantar a cutícula dos fios evitando que a umidade evapore)

Adicionar 2 gotas de O.E. de gerânio ou sândalo e 2 gotas de lavanda para 1 colher (sopa) de Shampo. Lave os cabelos com movimentos suaves evitando esfregar os fios e o couro cabeludo. Retire o excesso de água delicadamente com a toalha.

Tratamento com óleo aquecido

Adicionar 10 a 12 gotas de óleo essencial de gerânio a 5 colheres (chá) de óleo vegetal de jojoba aquecido. Massageie os fios e o couro cabeludo, envolvendo seu cabelo em uma toalha. Deixe por 1 hora e lave aplicando o shampoo neutro.

Enxaguar o cabelo coma seguinte mistura: Adicionar 1 gota de óleo essencial de sândalo a 1 colher de (sopa) de vinagre de maçã e 4 xícaras de água morna quase fria . Isso ajudará a fechar a cutícula dos fios bloqueando a evaporação da umidade natural produzindo assim um efeito mais duradouro.
Use este tratamento pelo menos uma vez por semana.

 

 

Deixe uma resposta